Espelhos d'alma...

terça-feira, 13 de abril de 2010

FLORESTA...

Nebulosas as sombras
Escondida nos vales
Por detrás das árvores
Entrelaçadas a cipó.
Quase sempre se perde
Em suspeitas certezas...
E quando se depara
Com aquele que defronta
Se rende ao machado
E se deixa ferir,
Seus conceitos de outrora
Agora descampados,
Consente em primeiro alcance
Banhar-se de luz...

Um comentário:

  1. Ta bacana demais tudo isso aqui, minha poetinha!!!
    Tanto de beijos!

    ResponderExcluir