Espelhos d'alma...

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Meu coração parece ter asas
Gosta de sentir-se livre, Leve e solto...
De bater acelerado, sem querer ficar no peito
Desprendido de qualquer limite
Quer aventurar-se, quer entregar-se
Sem nenhum medo ou receio
Sem querer ficar no meio
Ele quer estar pra todo lado
Incha no peito, cresce tanto
Quase encontra com o outro
Que distante também bate,
Tão descompassado,
Mas tem medo de desprender-se
De sentir-se amado...

2 comentários:

  1. gente, nossa seu blog existe? seus poemas tem simetria, sincronia. Gostei muito dos seus versos.

    ResponderExcluir